Evolução positiva dos prémios dos seguros de saúde privados em Portugal

Evolução positiva dos prémios dos seguros de saúde privados em Portugal

A aposta cada vez mais evidente dos portugueses nos cuidados de saúde, faz com que haja cada vez mais portugueses a contratar seguros de saúde da responsabilidade das seguradoras. De acordo com dados divulgados pela Associação Portuguesa de Seguradores, o número atingiu, em meados deste ano, os 2 522 862 milhões, um crescimento de 4,5% face ao final do ano passado. O aumento do número de beneficiários acelerou face ao registado no total de 2018, altura em que se assistiu a um incremento de 2 337 782 milhões em 2017, para 2 414 247 milhões em 2018. Esta tendência, que tem vindo a ser reforçada com o crescente número de portugueses que procura os seguros como alternativa ao Sistema Nacional de Saúde (SNS), já vem de trás, verificando-se desde 2014.

O crescimento constante verificado nos últimos anos, pode ser explicado, pela falta de resposta do SNS, pelo aumento de pessoas que beneficiam de seguros contratados pelas empresas onde trabalham, ou até mesmo pela crescente oferta destes produtos aos seus colaboradores. Os dados obtidos em junho de 2019, revelam que das pessoas seguradas, 993.567 beneficiavam de seguros individuais e 1.528.801 usufruíam de seguros de grupo. Olhando para os últimos quatro anos, verifica-se que o maior aumento, de 37% aconteceu em seguros de saúde de grupo, tendo os individuais aumentado em apenas 17% o número de pessoas seguradas.

Fonte: Ecoseguros 2019

A maior procura de seguros promove uma maior oferta, pelo que o mercado se pode tornar confuso se não dispusermos da informação necessária. Assim, torna-se indispensável um conhecimento mais aprofundado das seguradoras mais adequadas para cada tipo de seguro, bem das características dos planos de seguro que cada uma oferece. Por isso, a CGIP está a trabalhar para fornecer testes e conselhos úteis que possam apoiar os consumidores nas suas escolhas.